Polícia

Investigador da PC mata a esposa a tiros e depois tira própria vida em Belém

Segundo testemunhas, o casal estava em processo de separação. Ele era investigador da Polícia Civil.

Uma mulher de 36 anos, Liliane Santana da Silva Pojo, foi morta a tiros na manhã desta segunda-feira (1º) dentro da casa onde morava no Conjunto Maguari, em Belém. O tiro que matou ela teria sido disparado pelo próprio marido, Edson Campos Pojo, que depois do crime tirou a própria vida.

Os barulhos de tiros começaram depois das 8h. Segundo testemunhas, o casal estava em processo de separação.

Edson Campos Pojo saiu da casa e foi caminhando até a frente do Batalhão da Polícia Militar que fica no conjunto. No local, Edson deu um tiro na própria cabeça. Ele era investigador da Polícia Civil, lotado na cidade de Xinguara desde 2014.

Edson e Liliane Pojo: homem mata esposa e depois se mata em conjunto residencial de Belém. — Foto: Reprodução

Uma equipe da Perícia Criminal foi até o local. A arma usada pelo policial foi apreendida.

O caso foi registrado na Delegacia do Tenoné. Um inquérito policial foi instaurado para apurar a morte de um investigador e de sua esposa. A Polícia Civil informou que está prestando apoio psicológico à família, incluindo aos filhos do casal, de 5 e 10 anos de idade.

Fonte: Por G1 PA — Belém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo